Books - The Infernal Devices

segunda-feira, 9 de maio de 2016


Andava a fugir deste conjunto de livros há algum tempo. Por serem tão famosos; por serem a prequela de uma serie que é constituída por 6 livros, por não me apetecer ler uma historia tão extensa, enfim! Mas como já devem ter percebido, cedi! Aqui fica a minha opinião a cerca desta trilogia!


Aos (quase) 25 anos, YA costuma o meu guilty pleasure, livros que leio quando não consigo ler mais nada. Apesar disto andava a tentar evitar esta serie, por já ter ouvido de tudo um pouco a cerca da mesma (desde o muito negativo ao muito positivo). 
The Infernal Devices (As Peças Infernais), são a prequela da muita famosa serie chamada The Mortal Instruments (Os instrumentos Mortais), série esta que já teve direito a filme (recebido muito negativamente pela crítica) e agora uma serie a ser transmitida actualmente na ABC family.
Tomei a decisão de ler esta trilogia apenas por dois pequenos pormenores: porque ao contrário da série principal esta é apenas constituída por 3 livros e porque ao contrario de The Mortal Instruments, The Infernal Devices desenvolve-se na era Vitoriana pormenor que me convenceu finalmente a ler a historia. 


Esta trilogia desenvolve-se na Londres Vitoriana, onde existe um submundo constituído por diferentes criaturas desde lobisomens a feiticeiros. Este sub-mundo encontra-se vigiado por Shadowhunters, descendentes de anjos que actuam como uma espécie de polícia deste sub-mundo. 
O primeiro livro da trilogia introduz uma personagem chamada Tessa Grey, órfã oriunda de Nova Iorque, que viaja até Londres para encontrar o irmão aí emigrado a alguns anos. É aí que Tessa entra em contacto com este sub-mundo pela primeira vez, sendo raptada por um conjunto de criaturas que a pretendem treinar e desenvolver uma habilidade que Tessa desconhecia até ao momento. 
Tessa acaba por ser salva, por coincidência, por dois Shadowhunters: Will e James. É então levada para o "instituto" nome atribuído a morada dos Shadowhunters a volta do mundo. É aqui que a história se começa a desenvolver em volta da habilidade de Tessa que parece ser a única pessoa com tal poder. Para além da história de Tessa este livro têm uma forte componente romântica  que chega a por a historia principal em segundo plano.

A minha opinião: A primeira impressão que tenho a cerca desta serie é o facto de provavelmente poder ter sido mais curta. Sabemos que as Trilogias estão na moda, dão dinheiro, mas existem casos em que são desnecessários e este é um dos casos. Estes três livros poderiam ter sido resumidos em dois e garanto-vos que nada seria perdido. 
Quanto a habilidade de Tessa e aos segredos em relação a mesma, não tenho nada a dizer, deixa-nos curiosos e com vontade de descobrir qual é o tão grande segredo mantendo-nos assim agrados a serie! Porém na minha opinião a conclusão acaba por ser um pouco decepcionante com segredos que ficam sem descobrir.
Quanto a componente romântica, apesar de também esta me ter mantido agarrada aos livros, devo dizer que já me encontro um bocado farta dos "triângulos amorosos" componente que é usada e abusada nestes livros, acabando por ser a razão pela qual fiquei bastante desiludida com o livro final. Numa tentativa de dar um final feliz a todos os fãs a autora dos livros acabou por criar um final tremendamente inconsistente que não faz, pelo menos para mim, sentido nenhum.
No entanto, e no geral e se gostam de componentes sobrenaturais nas vossas leituras aconselho-vos a leitura da Trilogia! Quanto aos 6 livros seguintes, ainda não me encontro convencida a cerca de se devo ou não lê-los. Por um lado 6 livros é um grande número, um grande compromisso! Por outro lado encontro-me apaixonada pelo mundo dos Shadowhunters e só me apetece ler mais a cerca do mesmo! Mas se ler eu aviso!!

2 comentários :

  1. Nunca li nenhum livro deste género, mas interessa-me !
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar

Blog Design by Get Polished | Copyright © Days Of Blues
BACK TO TOP